Notícias


Florianópolis Final A
30/04/2024

Representantes do SINSERPU-JF avaliam participação na 1ª Plenária Nacional da CONATRAM

Durante três dias, na semana passada (24, 25 e 26 de abril) e em Florianópolis (SC), representantes do SINSERPU-JF participaram da 1ª Plenária Nacional da CONATRAM (Confederação Nacional dos Trabalhadores Públicos Municipais). Eles analisaram a “conjuntura nacional e internacional”, aprovaram a “Estratégia e o Plano de ação da CONFETAM (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal) para o período de 2024” e debateram, em seminários e palestras, temas como a “igualdades de oportunidades e Atividades Autogestionadas dos Coletivos de Mulheres, Raça, Juventude e LGBTQIA+”. No último dia do evento foi lançada a “Plataforma das eleições municipais de outubro”.

“Os temas foram muito bem pensados e enfocaram problemas registrados nas bases e no dia a dia dos trabalhadores. Muito aprendizado, conhecimentos e medidas, que podem ser aplicadas imediatamente nos sindicatos. Nunca havia participado de nenhum congresso como sindicalista (já fui como convidado), enriqueceu bastante esse início da minha vida sindical”, avaliou o diretor de Base Rodrigo da Silva Reis. “Em primeiro lugar, o sentimento foi de pertencimento, ao perceber que as lutas nas nossas bases representam também as lutas de outras bases – ou seja, não estamos na luta sozinhos, e esse sentimento gera uma segurança que estamos no caminho certo”, complementou o diretor de Relações de Trabalho, Rodrigo do Valle Batista. “Os dias que passamos nas plenárias foram dias intensos, com muito aprendizado, para ser aplicado nas nossas bases, e várias temáticas. Vivenciamos relatos maravilhosos sobre a nosso verdadeiro papel enquanto sindicalista”, arrematou a diretora de Base Bernadete Aparecida de Paula.

Rodrigo Valle acrescentou outro elemento à sua participação na Plenária: a questão LGTBTQIA+. “Houve a iniciativa de se criar um coletivo de Minas Gerais sobre o tema e me coloquei à disposição para representar o SINSERPU-JF neste segmento e nesses grupos de trabalho”, para discussão e construção de propostas que atendam a esse público, informou ele, que defendeu, inclusive, a criação de uma diretoria LGTTBQIA+ dentro do SINSERPU-JF. “Muitos de meus colegas e pares, servidores públicos, sofrem preconceito, perseguição e assédio dentro da Prefeitura de Juiz de Fora. Esses fatos chegam até mim e nossa responsabilidade é  lutar para que as pessoas sejam respeitadas em sua orientação sexual”, finalizou Rodrigo Valle.

A presidenta do SINSERPU-JF, Deise Medeiros, destacou o fato da Plenária ter inserido as questões mulheres, raça, gênero e LGTBTQIA+. “É importantíssimo ver as instâncias sindicais (centrais, confederações e federações) abrir espaço para essas pessoas que, afinal, tem o direito de fazer parte do mundo do trabalho e sindical e serem representadas. É fundamental olhar com carinho para esses trabalhadores e trabalhadoras, que enfrentam no seu dia a dia várias dificuldades adicionais, por ser mulher ou pertencer ao público LGTBTQIA+ e não estar na heteronormatividade”, afirmou a sindicalista, que garantiu que a sua gestão (2024-2028) vai favorecer e possibilitar um acesso muito maior dos diretores a eventos dessa natureza. “Dessa forma conseguiremos capacitar nossos diretores, formar nossos sindicalistas e lideranças, prezando, portanto, o conhecimento, que será repassado às bases”, acredita ela.


Outras notícias

15/06/2024
O SINSERPU-JF abraça essa causa!

O SINSERPU-JF Abraça essa causa!

12/06/2024
Nota de esclarecimento sobre o ticket alimentação

O Ticket Alimentação é de responsabilidade da Prefeitura de Juiz de Fora, que promove a licitação [...]

12/06/2024
Enquete: qual atividade esportiva a ser promovida pelo SINSERPU-JF você prefere?

Entre os planos da nova gestão do SINSERPU-JF está a promoção de atividades e eventos esportivos, [...]

Nossos Convênios

Confira todos os convênios participantes e aproveite!