Notícias


reunião on line 14.10.20. 2
14/10/2020

Em reunião com a presença do SINSERPU-JF, Prefeitura promete repassar verbas devidas à AMAC

Durante reunião on line, na tarde desta quarta-feira (14 de outubro), o procurador-geral do Município, Edgar Souza Ferreira, prometeu repassar, o mais breve possível, a primeira parcela da verba devida pela Prefeitura à AMAC. Esses recursos, no total de R$ 2.260.759,00, servirão para que a Associação faça a rescisão contratual e posterior recontratação dos funcionários da AMAC, conforme previsto no TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) assinado em novembro de 2019. “Entendemos que a pandemia provocou esse impasse e esse atraso, mas não é possível esperar mais. O trabalhador tem pressa”, afirmou o presidente do SINSERPU-JF, Francisco “Chiquinho” Carlos da Silva, que manifestou preocupação com “o passivo trabalhista” que está se formando. “O trabalhador apoiou o TAC e não merece essa protelação de prazos”, afirmou. Outro ponto levantado pelo presidente do SINSERPU-JF que precisa ser corrigido é a diferença de salários pagos a quem exerce a mesma função. “Tem educador social cujas perdas mensais são de R$ 270 – o que dá R$ 3.240 por ano a menos”, exemplificou.

Os detalhes do repasse e também as outras questões pendentes serão tratadas em uma nova reunião, dessa vez presencial, marcada para às 9h de sexta-feira (16 de outubro), na sede do Ministério Público Estadual (MPE) – que intermediou o TAC, assinado entre a Prefeitura e o Sindicato.

A promotora do MPE Danielle Vignoli Guzella Leite convocou para a reunião presencial de sexta-feira os mesmos atores do encontro desta quarta-feira: Edgar Ferreira, Francisco Carlos, o superintendente da AMAC Alexandre de Oliveira Andrade, o promotor do Ministério Público do Trabalho (MPT) Hudson Machado Guimarães e o diretor de Relações de Trabalho do SINSERPU-JF, Júlio César de Mendonça.

Para Júlio Mendonça, a propósito, um destaque positivo da reunião on line foi a preocupação demostrada pelo superintendente da AMAC com os educadores sociais. “São eles que, sofrendo com a defasagem salarial, estão na linha de frente do contato diário com os atendidos nas casas 24 horas, os mais necessitados”, avaliou.

reunião on line 14.10.20


Outras notícias

26/07/2021
Nota de Pesar

O SINSERPU-JF (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Juiz de Fora) cumpre o doloroso dever de [...]

24/07/2021
SINSERPU-JF volta às ruas, pelo fim do Governo Bolsonaro – Ato serviu também para defender o DEMLURB

Diretores do SINSERPU-JF participaram, na manhã/tarde deste sábado (24 de julho), de mais um ato pedindo [...]

22/07/2021
SINSERPU-JF discute forma de pagamento do PMAQ, que não é quitado desde 2017

Os diretores do SINSERPU-JF Francisco “Chiquinho” Carlos da Silva e Amarildo Romanazzi participaram, nesta quarta-feira (21 [...]

Nossos Convênios

Confira todos os convênios participantes e aproveite!