Notícias


reunião diretoria 1
29/09/2020

Em reunião de Diretoria, SINSERPU-JF convoca para atos contra a Reforma Administrativa

O SINSERPU-JF promove, nesta quarta-feira (30 de setembro) uma série de atos contra a Reforma Administrativa. As atividades foram aprovadas na reunião da diretoria, na manhã desta terça-feira (29 de setembro), e consistem em presenças em departamentos da Prefeitura (Secretaria de Obras e EMPAV), pela manhã, e panfletagem nos locais de trabalho dos servidores, alertando a todos sobre as consequências da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 32/2020. Na avaliação unânime dos sindicalistas, a proposta do Governo Federal enviada ao Congresso representa o “fim do serviço público como é atualmente”, pois, entre outras coisas, “desmonta a máquina pública, retira os direitos dos servidores e prevê o fim da estabilidade, das férias-prêmio  e das progressões por tempo de serviço, a extinção do regime jurídico único e o fim dos concursos públicos com ampliação das contratações temporárias por processos simplificados”. Na reunião foi alertado ainda sobre a propaganda enganosa em torno do assunto. “O Governo Federal diz, por exemplo, que a Reforma não vai atingir os atuais servidores e nem os aposentados, mas sabemos que isso não é verdade. Temos que esclarecer a categoria sobre essas mentiras”, defendeu o vice-presidente do SINSERPU-JF, Cosme Nogueira. Nas atividades desta quarta-feira, o Sindicato vai distribuir um texto que representa sua posição oficial sobre o tema. Além disso, já foi enviado a 58 parlamentares (53 deputados e 3 senadores de Minas e mais os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, David Alcolumbre) um pedido oficial para que eles votem contra a PEC 32/2020. “Esse material está disponibilizado nos nossos canais de comunicação, juntamente com os telefones e endereços eletrônicos dos parlamentares, em um processo facilitado para envio de mensagens. Pedimos aos nossos filiados que reforcem a pressão sobre os deputados e senadores”, disse o presidente do SINSERPU-JF, Francisco “Chiquinho” Carlos da Silva. Na reunião foi aprovada a realização de medidas necessárias para empreender essa luta contra a Reforma Administrativa.

No encontro dos diretores foram tratados ainda outros assuntos de interesse da categoria, e ficou registrado a preocupação e as futuras ações do SINSERPU-JF em temas como o monitoramento de casos de Covid-19 entre os servidores, a questão de um novo plano de saúde para os servidores da AMAC e a presença de vigilância desarmada na EMPAV. Nesse último ponto, a diretoria do SINSERPU-JF já pediu o agendamento de uma reunião para discutir a contratação, pela Empresa de Pavimentação, de 16 vigilantes (oito para o período diurno e oito para o noturno) ao custo anual de R$ 1.019.942,40 (um milhão, dezenove mil, novecentos e quarenta e dois reais e quarenta centavos).

reunião diretoria 2

reunião diretoria 3

reunião diretoria 4


Outras notícias

26/07/2021
Nota de Pesar

O SINSERPU-JF (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Juiz de Fora) cumpre o doloroso dever de [...]

24/07/2021
SINSERPU-JF volta às ruas, pelo fim do Governo Bolsonaro – Ato serviu também para defender o DEMLURB

Diretores do SINSERPU-JF participaram, na manhã/tarde deste sábado (24 de julho), de mais um ato pedindo [...]

22/07/2021
SINSERPU-JF discute forma de pagamento do PMAQ, que não é quitado desde 2017

Os diretores do SINSERPU-JF Francisco “Chiquinho” Carlos da Silva e Amarildo Romanazzi participaram, nesta quarta-feira (21 [...]

Nossos Convênios

Confira todos os convênios participantes e aproveite!