Notícias


24/07/2020

Em assembleia virtual, servidores da AMAC aprovam acordo coletivo

            Por 113 votos favoráveis (nenhum contra e nenhuma abstenção) os servidores da AMAC aprovaram o acordo coletivo sobre a aplicação da Lei Federal 14.020, que trata do Programa Emergencial de Manutenção de Emprego e Renda para os funcionários da associação. Todo o processo, iniciado às 18h de quarta-feira (22 de julho), foi feito pelo whatsApp, em grupo criado para esse fim no dia 17 de julho e denominado “Lei 14020 Acordo AMAC”. Nesse referido grupo foram disponibilizadas todas as informações sobre a questão, com os documentos e esclarecimentos de dúvidas, inclusive para os casos específicos dos aposentados. A votação foi conduzida pelo presidente do SINSERPU-JF, Francisco “Chiquinho” Carlos da Silva, com o apoio de vários diretores do sindicato, notadamente o diretor de Relações do Trabalho, Júlio Cesar de Mendonça. Eles pedem que os servidores permaneçam no grupo até que todo o processo seja finalizado, com a publicação da Ata de Encerramento e a relação nominal dos votantes.  “Foi um momento histórico. Em pleno pico da pandemia conseguimos realizar uma assembleia bem participativa. Só tenho a agradecer e a parabenizar todos os trabalhadores, pela participação e interação. Tudo foi feito de forma muito transparente, com o único intuito de beneficiar o servidor“, avaliou Francisco Carlos.

            Com o sucesso da assembleia virtual e o aval dos servidores, o SINSERPU-JF ficou autorizado a firmar o acordo coletivo com a AMAC, pelos contratos de quem ganha acima de R$ 2.090 (brutos), já que por conta do novo coronavírus e a suspensão dos serviços, os funcionários (de creches e curumins, como exemplos) continuaram recebendo 30% dos vencimentos pela AMAC, e os outros 70% (sobre o maior valor do seguro desemprego) pela União, conforme prevê a Medida Provisória, renovada pelo Governo Federal no último dia 13. Conforme explicou o presidente do Sindicato, a opção por concluir a assembleia nesta sexta-feira (e não na segunda-feira) visou dar celeridade ao processo, já que quando mais cedo a documentação chegar aos órgãos competentes (Prefeitura e Governo Federal) mais cedo o trabalhador receberá seus direitos.

            Essa foi a segunda assembleia virtual promovida pelo SINSERPU-JF em tempos de Covid-19. A primeira foi em meados de maio, tratou do mesmo assunto e contou com a participação virtual de 21 servidores. Ou seja, a atual, com 113 votantes, teve um acréscimo de 269% no número de participantes. Dado comemorado por Francisco Carlos. “Foi gratificante sentir a confiança do nosso filiado. É o que buscamos: uma aproximação cada vez maior entre o servidor e o Sindicato. Agradeço também aos meus colegas de diretoria e a nossa assessoria jurídica”, disse o presidente do SINSERPU-JF.

Leia abaixo a íntegra do acordo coletivo. Na foto, o ato de assinatura do documento, na tarde desta sexta-feira (24 de julho). O presidente do SINSERPU-JF está ao lado de Júlio Mendonça e do secretário executivo da AMAC, João Marcelo Macedo Braz.

Leia aqui o acordo coletivo

acordo amac assinatura


Outras notícias

22/10/2021
Em Audiência Pública sobre Orçamento, SINSERPU-JF reivindica melhorias para os servidores

Durante sua participação na Audiência Pública desta sexta-feira (22 de outubro), convocada pela Câmara de Vereadores [...]

22/10/2021
Deu na Mídia – Prefeitura prevê recomposição da inflação para servidor municipal

Fonte: Jornal Tribuna de Minas, Juiz de Fora, edição de sexta-feira (22 de outubro)        Em [...]

21/10/2021
Pauta dos profissionais da Odontologia avança, após mediação do SINSERPU-JF e reunião com a Administração Municipal

Após a mediação do SINSERPU-JF, os auxiliares de odontologia da Prefeitura de Juiz de Fora foram [...]

Nossos Convênios

Confira todos os convênios participantes e aproveite!