Notícias


Retrospectiva 2023 Abril Maio 1
20/12/2023

Breve Retrospectiva de 2023 IV e V, Abril/Maio – Meses de protestos pelas demandas não atendidas e contra as condições desumanas de trabalho

Os meses de abril e maio de 2023 foram marcados por protestos pelas demandas dos trabalhadores não atendidas pela Administração Municipal: No dia 12 de abril, as assistentes sociais se reuniram na sede do SINSERPU-JF (foto 2) para intensificar a mobilização pelo pleito da jornada de 30 horas semanais – reunião repetida, com o mesmo propósito, no dia 10 de maio (foto 3); No dia 13 de abril, em reunião (foto 4) com a prefeita Margarida Salomão, o SINSERPU-JF tratou dos direitos dos servidores da Prefeitura oriundos da AMAC – entre eles a isonomia salarial e a concessão do triênio; No dia 26 de abril, o SINSERPU-JF esteve ao lado dos motoristas da PJF (foto 1) que pediram ajuda ao Sindicato, contra a mudança de local da base do trabalho e pelas reivindicações não atendidas – entre elas isonomia salarial e regulamentação da questão do transporte sanitário.

Protestos também contra as condições desumanas de trabalho na Prefeitura de Juiz de Fora – como as ocorridas, como exemplo, no dia 14 de abril, no Bairro Igrejinha, quando servidores contratados do DEMLURB (cerca de 25 trabalhadores) foram forçados a executar tarefas sem as mínimas condições de segurança (debaixo de chuva, sem capa e bota de borracha), das 16h às 21h30, sob as ordens do encarregado. Além disso, eles estavam capinando à noite (foto 5) – o que nunca aconteceu, já que a atividade ocorria sempre a luz do dia.

Ainda sobre a necessidade de respeito aos trabalhadores, diretores do SINSERPU-JF participaram, no dia 27 de abril, de uma Audiência Pública sobre a questão do trabalho análogo à escravidão em Minas Gerais, realizada na Assembleia do Estado (foto 6) e do tradicional Ato de Primeiro de Maio, Dia do Trabalhador, este ano antecipado para 29 de abril (foto 7) – e onde foram lembradas as mazelas do cotidiano do trabalhador: salários aviltantes, assédio, humilhações e reformas aprovadas no Congresso que retiram direitos.

Paralelamente, o SINSERPU-JF, na vanguarda do assunto desde setembro de 2020, acompanhou a FESERP-Minas (Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos do Estado de Minas Gerais – entidade da qual é filiada) na campanha “Libera o Piso da Enfermagem Já, Lula!”, solicitando ao atual presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) que “destravasse” a aplicabilidade do piso salarial da enfermagem.

No início de abril, reunidos em Assembleia convocada pelo SINSERPU-JF (foto 8), os servidores aceitaram a proposta financeira da Prefeitura, relativa a Campanha Salarial 2023: 6,5% de reposição salarial (5,79% do IPCA do período mais 0,71% de ganho real) retroativo a janeiro e ticket alimentação de R$ 400 para quem ganha até R$ 3.960 (equivalente a três salários mínimos).

No final de maio foi a vez dos psicólogos da PJF serem acolhidos pelo SINSERPU-JF, em dois momentos: no dia 29 (foto 9), em encontro onde se tratou da redução de carga horária (para 30 horas semanais) e das discussões sobre o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos da categoria; e no dia 31 (foto 10), em ampla reunião, quando foi escolhida uma comissão para representar a categoria no diálogo com a Administração Municipal.


Outras notícias

23/04/2024
Movimento “Circuito 1964” promove sessão dupla de cinema nesta terça-feira

O Movimento “Circuito 1964: Memória, História, Cultura e Resistência. Reparação Já!” ajuda a promover, nesta terça-feira [...]

23/04/2024
SINSERPU-JF e AMAC discutem assuntos de interesse dos trabalhadores

Negociação salarial, reequilíbrio nos termos de colaboração da educação e da assistência social e o programa [...]

22/04/2024
Presidenta do SINSERPU-JF fala de planos e desafios, em entrevista nesta quinta-feira

A nova presidenta do SINSERPU-JF, Deise Medeiros, é a convidada do Programa “Debates na Play”, da [...]

Nossos Convênios

Confira todos os convênios participantes e aproveite!