Notícias


Audiência Pública 25.3.22 1
25/03/2022

Em Audiência Pública, SINSERPU-JF reivindica ganho real além do IPCA obrigatório

A concessão, a título de reposição salarial, do IPCA (hoje em torno de 10%) para os servidores públicos é obrigação, prevista em Lei. Partindo dessa constatação, os diretores do SINSERPU-JF focaram, durante a Audiência Pública realizada na Câmara Municipal na manhã desta sexta-feira (25 de março), na reivindicação por um ganho real nos salários, além do índice obrigatório. “O IPCA é uma obrigação do gestor. Não há nenhuma necessidade de fazer todo esse exercício (financeiro) para chegar a essa conclusão”, principiou o diretor Administrativo do SINSERPU-JF, Amarildo Romanazzi. “É muito frustrante toda essa ‘peleja’, para no fim apenas o IPCA ser concedido, para tentar fazer frente a uma inflação estratosférica”, continuou o diretor financeiro do Sindicato, Vanilson Gomes. “A reivindicação, por ganho real, está prevista na nossa pauta de reivindicações e não vai faltar a nós, representantes dos servidores, disposição para buscar isso”, completou o presidente do SINSERPU-JF, Francisco “Chiquinho” Carlos da Silva.

Ao detalhar a reivindicação, os sindicalistas argumentaram sobre o conceito do ganho real. “No ano passado, a atual Administração estava no início. Agora a prefeita (Margarida Salomão) – que precisa estar mais presente na discussão – está trabalhando com o Orçamento pensado e elaborado pela gestão atual”, afirmou Amarildo Romanazzi, que lembrou ainda outra demanda do SINSERPU-JF: que o reajuste seja pago de forma retroativo, obviamente, mas de uma vez só, sem parcelamentos. Para o diretor de Comunicação e Cultura do Sindicato, Joaquim Tavares, é hora de se pensar em uma proposta já ventilada no passado: “Um mecanismo que atrele o reajuste salarial, ganho real a ser concedido, às contas do município”.

Francisco Carlos, depois de elogiar seus colegas de diretoria (“capacitada, preparada, representativa e apta a defender os direitos dos servidores”), elegeu como prioridade a pauta econômica (índice e ticket-alimentação) e informou que todos os outros itens da pauta  da Campanha Salarial 2022 já estão sendo negociados com a Prefeitura, por setor – e os documentos sobre o assunto podem ser consultados no site do Sindicato (www.sinserpujf.com.br). “Ficamos felizes porque, na Audiência desta sexta-feira, todos os questionamentos feitos estão contidos na Pauta. Destacamos o diálogo, o respeito, o compromisso com a verdade e a justiça e reafirmamos que nossa missão sempre será ouvir o clamor da categoria. E quando se valoriza o servidor público toda a população ganha”, finalizou o presidente do SINSERPU-JF.

O representante da Prefeitura na Audiência Pública, o secretário municipal de Recursos Humanos Rogério Freitas, não se pronunciou objetivamente sobre a reivindicação específica do SINSERPU-JF, mas confirmou a realização de uma reunião com o Sindicato na segunda-feira (28 de março). Independente deste encontro, o SINSERPU-JF vai realizar uma Assembleia Deliberativa, sobre a Campanha Salarial 2022, na quarta-feira (30 de março), a partir das 18h, na escadaria da Câmara Municipal. “Aproveitamos a oportunidade para convocar todos os servidores para a Assembleia”, disse Francisco Carlos.

 

 

Audiência Pública 25.3.22 3

Audiência Pública 25.3.22 4

Audiência Pública 25.3.22 5


Outras notícias

19/05/2022
AMETA agradece apoio do SINSERPU-JF à Semana da Enfermagem

A presidente da AMETA (Associação dos Servidores Públicos da Saúde de Juiz de Fora), Cristina Maria [...]

17/05/2022
SINSERPU-JF volta a defender funcionários da Prefeitura oriundos da AMAC

Durante Audiência Pública realizada na Câmara Municipal, na tarde desta terça-feira (17 de maio), o SINSERPU-JF [...]

17/05/2022
Prefeitura reafirma que divulgará cronograma da progressão de letras em 3 de junho

Durante reunião na manhã desta terça-feira (17 de maio), o secretário de Recursos Humanos da Prefeitura, [...]

Nossos Convênios

Confira todos os convênios participantes e aproveite!