Notícias


Novembro azul
05/11/2021

SINSERPU-JF na campanha contra o câncer de próstata

De acordo com dados de 2020 do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de próstata corresponde a 29,2% dos tumores incidentes no sexo masculino, segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma.

O tabu que mata – O preconceito contra o exame de toque retal ainda é o maior inimigo da detecção precoce da doença. Com raízes no machismo e na homofobia, esta aversão impede que o câncer seja diagnosticado a tempo.

O Inca prevê o surgimento de 65 mil casos da doença em 2021, mas, com o diagnóstico precoce, as chances de cura são de 90%. Porém, pesquisa Datafolha encomendada pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) em 2017 mostra que 35% dos homens entre 50 e 59 anos nunca fizeram o exame de toque retal e 21% da população masculina no país pensa que o exame “não é coisa de homem”.

Crescimento silencioso – Em sua fase inicial, o câncer da próstata não apresenta sintomas na maioria dos pacientes. Por isso, aconselha-se que o exame de toque seja feito uma vez por ano por todos os homens acima de 50 anos. Já para aqueles com histórico familiar, devem começar a fazer o exame a partir dos 40 anos.

Mesmo que seja uma doença silenciosa, o Inca aconselha que sinais e sintomas como: dificuldade de urina; diminuição do jato de urina; necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite; sangue na urina sejam investigados por um médico. Isso é indispensável para que o tumor seja encontrado numa fase inicial tendo, assim, maior chance de que o tratamento seja bem sucedido.

Já na fase avançada os sintomas passam a ser mais graves, causando dor óssea, infecção generalizada ou insuficiência renal.

Tratamento pelo SUS – Com a confirmação do diagnóstico, o tratamento poderá ser realizado nas Unidades de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (UNACONs) e Centros de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (CACONs). O tratamento pelo SUS inclui cirurgia, quimioterapia ou radioterapia, além de medicamentos e exames necessários.

O paciente tem o direito, garantido pela Lei 12.732 de 2012, de iniciar seu tratamento em até 60 dias a partir da data de emissão do laudo do exame que comprovou o câncer.

Novembro azul – Aproveitando o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, realizado no dia 17 de novembro, a Austrália em 2003 instituiu a campanha November, tomando novembro como o mês de conscientização e prevenção do câncer de próstata. No Brasil, a campanha “Novembro Azul” foi criada pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, buscando diminuir o tabu em torno do exame de toque.

Texto: Marcella Victer

Arte: Sindicatos Online  (SON)


Outras notícias

20/05/2022
20 de maio, dia nacional do técnico e auxiliar de enfermagem

O SINSERPU-JF (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Juiz de Fora) homenageia todos aqueles que se [...]

20/05/2022
Dia do Pedagogo

O SINSERPU-JF (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Juiz de Fora) homenageia todos aqueles que são [...]

19/05/2022
AMETA agradece apoio do SINSERPU-JF à Semana da Enfermagem

A presidente da AMETA (Associação dos Servidores Públicos da Saúde de Juiz de Fora), Cristina Maria [...]

Nossos Convênios

Confira todos os convênios participantes e aproveite!