Notícias


amac
09/06/2021

SINSERPU-JF e AMAC discutem pauta de reivindicações dos servidores da Associação

     Diretores do SINSERPU-JF e da AMAC discutiram, em reunião virtual, na tarde desta quarta-feira (9 de junho), a pauta de reivindicações dos servidores da Associação, referente à Campanha Salarial 2021. Inicialmente foi cobrado, pelo Sindicato, um reajuste salarial para os trabalhadores, sem aumento em seus vencimentos desde 2016. A AMAC alega a impossibilidade desse direito porque, segundo a Associação, não estaria recebendo reajustes nos repasses da Prefeitura – o presidente do SINSERPU-JF, Francisco “Chiquinho” Carlos da Silva, se comprometeu a interceder junto à Administração Municipal para resolver esse impasse. Outros itens abordados foram o ticket alimentação, um plano de Saúde mais acessível (questão considerada de bastante urgência) e a vacinação para os servidores do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social).
     Uma nova reunião, para avanço nos itens da pauta, foi agendada para a próxima quarta-feira (16 de junho), a partir das 14h30, de novo de forma virtual.
     A pauta de reivindicações da Campanha Salarial da AMAC foi aprovada, por unanimidade, pelos servidores em assembleia virtual realizada em março. Os itens são os seguintes:1) Recomposição salarial pelo IPCA; 2) Adesão a um plano de saúde, contemplando toda a categoria; 3) Cumprimento da concessão do ticket alimentação, conforme acordo coletivo; 4) Garantia de vacinação contra a Covid-19 de todos os funcionários que lidam diretamente com o público; 5) Cumprimento integral do TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), acordado entre a AMAC e o SINSERPU-JF, sob a anuência do Ministério Público Estadual (MP-MG); 6) Redução dos altos salários, das gratificações incorporadas e não incorporadas; 7) Promoção por mérito e antiguidade, deixando, por exemplo, de contratar uma pedagoga e buscando a profissional nos quadros da AMAC, evitando, assim, a contratação externa; 8) Licença maternidade de 180 (cento e oitenta) dias e licença paternidade de 10 (dez) dias; 9) Licença para acompanhamento de familiar enfermo de 30 (trinta) dias por ano; 10) Condições dignas de trabalho, manutenção da frota de veículos e fornecimento de equipamentos de segurança do trabalho; 11) Criação de adicional de risco para os funcionários que laboram suas atividades diretamente com os cidadãos de rua e nas Casas que laboram suas atividades 24 horas, garantindo a proteção desses profissionais que tem sofrido muitas agressões no local de trabalho; 12) Publicação de salários no Portal da Transparência da AMAC, no site da Associação.

Outras notícias

18/06/2021
SINSERPU-JF, Prefeitura e guardas municipais buscam solução para o pagamento do adicional de periculosidade da corporação

Uma solução para o pagamento do adicional de periculosidade dos guardas municipais foi o principal tema [...]

18/06/2021
Vacina e recados

Mais dois diretores do SINSERPU-JF receberam as vacinas contra a Covid-19: Cosme Nogueira e Tadeu José [...]

16/06/2021
Vice-presidente do SINSERPU-JF marca presença em reunião do Fórum das Centrais sobre a PEC da Reforma Administrativa

Vice-presidente do SINSERPU-JF e presidente da FESERP-MG, Cosme Nogueira participou, na manhã desta quarta-feira (16 de [...]

Nossos Convênios

Confira todos os convênios participantes e aproveite!