Notícias


BANNER 8 DE MARÇO
08/03/2021

Mês da Mulher: “O abismo sócio-econômico-cultural e racial nunca foi tão desumano e explícito”.

 
No Mês da Mulher, o SINSERPU-JF vai dar, neste espaço, voz a Elas. O terceiro depoimento, de uma série, é de Fernanda Carvalho, servidora pública municipal e diretora de Legislação e Assuntos Jurídicos do SINSERPU-JF.
 
     “A luta da mulher negra historicamente é sempre relembrada e vem sendo sempre debatida nos espaços acadêmicos e institucionais com o intuito de tentar entender melhor o que acontece. Porém, com a crise sanitária trazida com a pandemia do Covid-19 muitas mulheres negras perderam seus empregos, e para levar comida para casa se sujeitam a cumprirem longas horas de jornada de trabalho e recebendo pouco.
      O abismo sócio-econômico-cultural e racial nunca foi tão desumano e explícito.
     A mulher negra e todas as outras mulheres que trabalham fora exercem dupla e às vezes até tripla jornada de emprego, pois a grande maioria dessas mulheres, ao chegar em casa, tem que cuidar da sua casa, dos filhos, da alimentação, atividades escolares, ou seja, têm que conciliar todas essas tarefas e ainda ter tempo para o marido.
     Além da desigualdade salarial, as mulheres negras ainda lutam diariamente contra o racismo estrutural que está enraizado na sociedade. Sem falar no assédio sexual nos meios de transporte, na crescente onda de feminicídio e também nos crimes domésticos.
     Isto posto, ainda encontramos a barreira para a ascensão profissional, onde as mulheres podem ter qualificação técnica que ainda assim são preteridas quando vão pleitear por cargos de destaque em empresas, indústrias, fábricas etc.
     A batalha da mulher é uma constante, ela luta contra o machismo, o sexismo, o assédio moral e sexual não somente no serviço privado, mas no serviço público também.
     O mês de março, para mim, representa luta, empoderamento, reflexão, esperança e dias melhores para todas as mulheres sejam elas negras, brancas, indígenas, quilombolas, LGBTS, transexuais, pois acredito que cada uma tem sua luta, marcada por outras tantas lutas internas, de dor e lágrimas, risos e afagos, de felicidade e tristeza.
     Toda mulher merece respeito e dignidade”
Fernanda dia da Mulher

Outras notícias

14/01/2022
Aprovada incorporação na aposentadoria de servidores do tempo exercido em cargo comissionado

Com o apoio do SINSERPU-JF, a Câmara Municipal de Juiz de Fora aprovou, na sessão da [...]

13/01/2022
SINSERPU-JF participa em Ato em defesa do Hospital João Penido

Diretores do SINSERPU-JF participaram, na manhã desta quinta-feira (13 de janeiro), de um ato em defesa [...]

13/01/2022
Associação da Guarda Municipal e SINSERPU-JF comemoram regulamentação da jornada de trabalho da categoria

O Poder Executivo publicou, nesta quarta-feira (12 de janeiro), no Atos do Governo, a Portaria que [...]

Nossos Convênios

Confira todos os convênios participantes e aproveite!