Notícias


11/05/2020

Falta de EPIs e materiais é constatado por vereadores no serviço municipal de saúde. SINSERPU–JF já denunciava o problema há mais de um mês.

 

Tão logo começou a surgir as medidas de adesão do município ao isolamento social – há mais de um mês – o sindicato através de seus diretores de base vinha externando a preocupação dos trabalhadores do setor da saúde. A falta de estrutura e materiais adequados para lidar com a COVID – 19 é um fato e uma urgência que carece solução. Diversas denúncias foram feitas e apresentadas aos responsáveis pela pasta através de reuniões entre diretores do sindicato e representantes da saúde.

O SINSERPU – JF repudia, critica e questiona a desorganização da Secretaria de Saúde no que tange a falta de equipamentos essenciais aos trabalhadores do setor. Profissionais da linha de frente estão se afastando por estarem se contaminando pela COVID -19, ou suspeita desta. O SINSERPU – JF já alertava para o mal uma vez que tal problema ocorreu em todos os hospitais de todos os países acometidos pela pandemia. O diferencial em nosso caso é ter tido o privilégio de acompanhar o desenrolar dos fatos no mundo e assim ter podido se antever ao caos. Mas infelizmente não é isso que está acontecendo.

Os equipamentos de proteção e segurança nesta crise epidêmica são mais que essenciais. Não apenas com o intuito de resguardar a vida destes profissionais é a garantia da excelência na prestação do serviço ao cidadão, uma vez que tais trabalhadores não adoecem e assim não se afastam mantendo a qualidade do atendimento. Não se produz esse tipo de mão de obra qualificada em um mês. Esse ativo não tem preço. Sem contar que estamos falando de pessoas. Trabalhadores que estão lidando não apenas com o medo de contrair a doença e morrer, mas também de contaminar seus entes queridos.

É fundamental, principalmente neste momento, que a PJF através de sua secretaria proporcione condições dignas ao profissional da saúde. Nesta lógica todos ganham. Ganha o município, na prestação de excelência, ganha o trabalhador que sabe da sua importância na condução desta inédita epidemia, e ganha aqueles que irão inevitavelmente procurar os serviços de saúde do município.

O SINSERPU – JF REFORÇA SEU PEDIDO AO CIDADÃO JUIZ-FORANO. QUEM PUDER FIQUE EM CASA! A COVID -19 NÃO É UMA GRIPEZINHA. JÁ TEMOS MAIS DE 10.000 MORTES CONFIRMADAS PELA DOENÇA E ESSE NÚMERO É NO MÍNIMO 3 VEZES MAIOR, DEVIDO À SUBNOTIFICAÇÃO. CIDADES RICAS COMO RJ E SP JÁ ESTÃO À BEIRA DO COLAPSO NA SAÚDE. UMA UTI NÃO SE CONSTROI DA NOITE PARA O DIA, E NEM SE CONSEGUE PROFISSIONAIS COM EXPERIENCIA PARA ATUAREM NESTES ESTABELECIMENTOS CASO A DEMANDA AQUI NO MUNICÍPIO FUJA DO CONTROLE. SOMOS CRÍTICOS AOS ERROS DA ADMINISTRAÇÃO ANTONIO ALMAS, MAS É PRECISO APLAUDÍ-LO NESTE MOMENTO EM QUE MESMO COM TODA A PRESSÃO DO EMPRESARIADO LOCAL, ALMAS NÃO CEDEU ÀS MEDIDAS DE FLEXIBILIZAÇÃO DAS NORMAS DE ISOLAMENTO SOCIAL.
VIVEMOS TEMPOS DIFÍCEIS, MAS VAMOS JUNTOS VENCER ESTA GUERRA.


Outras notícias

20/04/2021
SINSERPU-JF discute com AMAC andamento do TAC – Termo de Ajustamento de Conduta

O andamento do TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) assinado, em 2019, entre o SINSERPU-JF e [...]

16/04/2021
SINSERPU-JF ganha ação na Justiça, e Prefeitura terá que proteger trabalhadores do vírus

O SINSERPU-JF ganhou uma ação na Justiça, na qual pedia EPIs (equipamentos de proteção individual) para [...]

15/04/2021
SINSERPU-JF na Campanha “JF Solidária”

A vice-presidente do SINSERPU-JF Francesca Milagre Antônio (foto) já fez a sua parte, doando alimentos na [...]

Nossos Convênios

Confira todos os convênios participantes e aproveite!