Notícias


07/12/2017

Diretores do Sinserpu-JF participam de congresso da CSPB, em Brasília/DF

 

 

DIRETORES DO SINSERPU-JF PARTICIPAM DE CONGRESSO DA CSPB, EM BRASÍLIA

Categoria debateu questões atuais, como negociações coletivas no serviço público, direito de greve e preservação da imagem do servidor.

  Diretores do SINSERPU-JF participaram do 24º Congresso da Confederação dos Servidores Públicos do Brasil) CSPB, em Brasília, entre 29/11 a 1/12. Integrantes da delegação da FESERP-MG, os representantes do sindicato discutiram questões relacionadas à situação atual dos servidores e ao quadro político nacional. Compareceram ao encontro os diretores Cosme Nogueira, Joaquim Tavares e Francisco Carlos da Silva.    

   Sob o tema “Do Estado que temos ao Brasil que querermos “, os debates giraram em torno dos seguintes temas: “Negociação Coletiva no Setor Público”, “Direito de Greve no Setor Público”, “Convenção 151 da Organização Internacional do Trabalho (OIT)” e” Estado Social e Democrático de Direito”.

Estado para a população

  Durante a reunião foi apontada a necessidade de um Estado voltado aos interesses da população.  Um Estado que esteja além de um operador de mercado, indo para a formação de um agente de transformação e desenvolvimento.  As deliberações sobre a Comissão 1 versou, sobre o apoio financeiro à Auditoria Cidadã da Dívida Pública.

  Entre as deliberações feitas na comissão 2 está a realização de um trabalho de base com os servidores e a sociedade, no sentido de impedir a deturpação da imagem da categoria perante a opinião pública. O objetivo é buscar apoio da população aos profissionais que voltam a ser taxados de vagabundos, como nos tempos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. O governo golpista atual quer inclusive, retirar a estabilidade garantida ao servidor.

Greve no serviço público

   A Comissão 3 apresentou proposições voltadas para a formação sindical de quadros e conscientização das bases para compreensão do processo de greve, além da atuação da CSPB que impeça a aprovação do Projeto de Lei sobre a regulamentação do direito de greve no serviço público.

  As proposições da Comissão 4 foram voltadas e deliberadas para a Formação Sindical Classista e orientação das entidade sindicais é para que servidores e seus familiares não votem em parlamentares responsáveis pela aprovação da reforma trabalhista.

  Para o presidente da FESERP_MG e da seccional mineira da CSB, Cosme Nogueira, 2018 será um ano de muitos desafios. “O movimento sindical vai ter que se reinventar diante das dificuldades. E esse Congresso veio em um momento muito oportuno para a gente fortalecer o debate”, observou.

csb01

csb02

csb03

csb04


Outras notícias

22/10/2021
Em Audiência Pública sobre Orçamento, SINSERPU-JF reivindica melhorias para os servidores

Durante sua participação na Audiência Pública desta sexta-feira (22 de outubro), convocada pela Câmara de Vereadores [...]

22/10/2021
Deu na Mídia – Prefeitura prevê recomposição da inflação para servidor municipal

Fonte: Jornal Tribuna de Minas, Juiz de Fora, edição de sexta-feira (22 de outubro)        Em [...]

21/10/2021
Pauta dos profissionais da Odontologia avança, após mediação do SINSERPU-JF e reunião com a Administração Municipal

Após a mediação do SINSERPU-JF, os auxiliares de odontologia da Prefeitura de Juiz de Fora foram [...]

Nossos Convênios

Confira todos os convênios participantes e aproveite!