Notícias


Chaves
01/07/2024

SINSERPU-JF atento à gestão do “Saúde Servidor”

O diretor financeiro do SINSERPU-JF, Alexandre Pereira Crepaldi “Chaves”, participou, na manhã desta segunda-feira (primeiro de julho), da segunda reunião do novo Conselho do Plano “Saúde Servidor”. Na oportunidade, o Sindicato ajudou a avaliar as diretrizes que estão sendo apresentadas para a recuperação financeira do Plano. “A direção do plano contratou uma Atuária para fazer estudos das possibilidades e dos números, que possam dar um norte para o equilíbrio das contas. Esse documento será a base das conversas futuras, e a partir desses dados e estudos vai se estabelecer a quem caberá o aporte financeiro, quem vai sustentar o Plano – e neste quesito discutiu-se também a necessidade de aumento no aporte disponibilizado mensalmente pelas mantenedoras”, informou o representante do SINSERPU-JF. Uma Atuária tem a tarefa de “identificar, analisar, mensurar/pontificar, eliminar, prevenir, mitigar e monitorar eventos que possam ter alguma consequência financeira adversa para pessoas ou empresas”.

Acompanhando Alexandre Crepaldi, a ex-diretora do Sindicato Saionara Apolinário também participa do Conselho (indicada pela atual diretoria do SINSERPU-JF). Os dois estarão também no próximo encontro sobre o assunto, a primeira reunião do novo Conselho Fiscal do “Saúde Servidor” – colegiado do qual fazem parte o diretor de Relações do Trabalho do SINSERPU-JF, Rodrigo do Valle Batista, e a conselheira fiscal do Sindicato, Vera Lúcia Daniel.

Além da questão financeira, outros dois assuntos têm preocupado o SINSERPU-JF: a debandada de médicos e clínicas da rede conveniada e a implementação do sistema de cotas. No primeiro caso, a consequência óbvia é a diminuição no leque de opções do trabalhador – e o que é pior: em alguns casos tratamentos iniciados com um médico têm que ser continuados com outro; em relação ao sistema de cotas, implementado com a finalidade de equilibrar receita e despesa, a constatação, conforme explicitou Alexandre Crepaldi, é que “neste primeiro momento, o problema só foi atenuado, não resolvido”.

“O Saúde Servidor não pode acabar, e é por este motivo que o SINSERPU-JF está participando dos Conselhos e das discussões sobre o assunto. Precisamos cobrar isso da Administração Municipal, pois a PJF tem papel fundamental na manutenção do Plano. O PAS é parte do patrimônio do servidor, uma conquista ímpar”, registrou a presidenta do Sindicato, Deise Medeiros.


Outras notícias

19/07/2024
Inscrições do curso preparatório para o concurso do DEMLURB começam na segunda-feira

Começam na próxima segunda-feira (22 de julho) as inscrições do curso preparatório para o concurso do [...]

18/07/2024
SINSERPU-JF antecipa Campanha Salarial 2025 e convida representações da categoria a apresentar as pautas específicas – Documento será apresentado aos cand

De maneira inédita, o SINSERPU-JF vai antecipar as discussões da Campanha Salarial 2025 e, para isso, [...]

18/07/2024
Dirigentes da CONFETAM participam do 10º Encontro Nacional das CISTTÃO

A CONFETAM (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal) – entidade da qual o SINSERPU-JF é [...]

Nossos Convênios

Confira todos os convênios participantes e aproveite!