Notícias


Greve 21.3.24 1
21/03/2024

Prefeitura adia apresentação de nova proposta, e servidores continuam em greve

Embora tenha prometido, na reunião de ontem, apresentar uma nova proposta aos servidores, referente à Campanha Salarial 2024, a Prefeitura de Juiz de Fora adiou o anúncio. O secretário municipal de Recursos Humanos, Rogério Freitas, disse aos sindicalistas, na manhã desta quinta-feira (21 de março), que “a prefeita Margarida Salomão (PT) está em Brasília”, e que ele “não tem autonomia” para anunciar uma possível proposta sem a anuência da Chefe do Executivo. A postura da Administração Municipal, considerada pelo SINSERPU-JF mais um ato de desrespeito ao funcionalismo, irritou profundamente os trabalhadores reunidos em Assembleia no Pátio da Prefeitura, que decidiram, então, por unanimidade, continuar a greve.

A pauta de reivindicações dos servidores foi aprovada em Assembleia no dia 7 de dezembro, e protocolada na Prefeitura uma semana depois. No documento constam, entre outros itens, pedidos de recomposição salarial pelo IPCA mais 10 % de reajuste (ganho real, como início da reparação das perdas dos últimos anos) e reajuste no ticket-alimentação para R$ 600, estendido para todos os servidores.  A Administração Municipal ofereceu reposição salarial de apenas 4,62% (o IPCA do período), retroativo a janeiro, e – depois de muita insistência dos Sindicatos que compõem o Fórum Sindical – o mesmo índice no ticket alimentação.

A morosidade da Prefeitura em negociar com o Sindicato, as escassas reuniões e a falta de valorização dos trabalhadores foram bastante citadas na caminhada que os servidores fizeram, em protesto, após o fim da Assembleia. Com faixas exigindo salário digno, cumprimento das promessas de campanha e questionando onde entra o servidor no governo “Tudo para todos”, eles percorreram a avenida Francisco Bernardino, Rua São Sebastião e Avenida Rio Branco, encerrando o ato no Parque Halfeld. Na Assembleia desta quinta-feira a novidade foi o “varal das mensagens”, onde representantes de cada categoria do funcionalismo pode deixar seu “recado”.

Ao final do Ato, diretores do SINSERRPU-JF, acompanhados de companheiros grevistas, entregaram ao presidente da Cãmara Municipal, José Márcio Garotinho (PDT), um ofício solicitando a marcação, em caráter de urgência, de uma Audiência Pública para tratar da negociação salarial dos servidores.

Nesta sexta-feira (22 de março) novos atos estão programados, começando pela Secretaria Municipal de Obras, a partir das 7h. Rogério Freitas prometeu que após o retorno da prefeita Margarida Salomão a Juiz de Fora (que deve ocorrer na madrugada/manhã desta sexta-feira) ele convocará a direção do SINSERPU-JF para a divulgação da nova proposta. “Esperamos a adesão de mais servidores ao movimento e que a Prefeitura finalmente apresente algo que contemple e valorize a categoria”, resumiu o presidente do SINSERPU-JF, Francisco “Chiquinho” Carlos da Silva.


Outras notícias

15/06/2024
O SINSERPU-JF abraça essa causa!

O SINSERPU-JF Abraça essa causa!

12/06/2024
Nota de esclarecimento sobre o ticket alimentação

O Ticket Alimentação é de responsabilidade da Prefeitura de Juiz de Fora, que promove a licitação [...]

12/06/2024
Enquete: qual atividade esportiva a ser promovida pelo SINSERPU-JF você prefere?

Entre os planos da nova gestão do SINSERPU-JF está a promoção de atividades e eventos esportivos, [...]

Nossos Convênios

Confira todos os convênios participantes e aproveite!