Notícias


Retrospectiva Jf 2022 Agosto 1
30/12/2022

Breve Retrospectiva de 2022 VIII, Agosto – Em defesa do PAI/Pronto Atendimento Infantil e reajustes salariais de até 33,81% na AMAC

Assim que tomou conhecimento da notícia que a Administração Municipal planeja entregar a gestão do PAI (Pronto Atendimento Infantil) de Juiz de Fora para o Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus (HMTJ), o SINSERPU-JF manifestou a sua posição contrária à medida, por entender que a proposta da Prefeitura caracteriza terceirização no setor – uma prática condenada pelo Sindicato, que estranhou também a falta de transparência sobre o assunto, além de mostrar preocupação com os usuários. No dia 19, o SINSERPU-JF promoveu um grande Ato Público (foto 1) em defesa do PAI, com o apoio da CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros) e da FESERP-MG (Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos de Minas Gerais), e a presença dos vereadores Juraci Scheffer (PT) e Cida Oliveira (PT).

Convocadas maciçamente pelo SINSERPU-JF, duas concorridas assembleias ocorreram em agosto. Na primeira (foto 2), no dia 12, os auxiliares de enfermagem I e II discutiram o piso salarial da categoria e a própria carreira. Na outra assembleia, no dia 19 (foto 3), os funcionários da AMAC aprovaram o acordo coletivo de trabalho, construído entre o SINSERPU-JF e a direção da Associação, com reajustes salariais que vão, dependendo do cargo, de 8,17% a 33,81%.

Em agosto, o SINSERPU-JF denunciou, em notas oficiais: 1) o abuso excessivo de terceirização de serviços na EMPAV e a contratação de uma empresa, a Conservo Recursos Humanos Ltda, para executar serviços de pavimentação e conservação de parques e jardins com valores superiores aos da folha de pagamento dos salários de todos servidores da EMPAV. 2) o assédio moral e as precárias condições de trabalho no DEMLURB, relatadas pelos trabalhadores e confirmadas pelo Sindicato: execução de tarefas em vias públicas de trânsito intenso sem as devidas proteções de sinalização (foto 4); uso de transporte interno da empresa ao lado de produtos inflamáveis, e manejo de roçadeiras dentro d’agua, em córregos (sem a devida proteção), e também sob fortes chuvas; 3) a denúncia de sobrecarga de trabalho, também no DEMLURB, com os motoristas sendo forçados a fazer dupla jornada.

No dia 3, após reunião realizada na sede do Sindicato (foto 5), o SINSERPU-JF, em conjunto com a AMMEP (Associação Municipal dos Motoristas Efetivos da Prefeitura de Juiz de Fora) e o coordenador do STIH (Serviço de Transporte Inter Hospitalar), decidiu reivindicar à Administração Municipal um treinamento específico para os motoristas que atuam no setor da Saúde.

No dia 10, o SINSERPU-JF voltou ao Canil Municipal (foto 6) para apoiar os trabalhadores e exigir mais segurança, depois que três servidores da unidade foram agredidos pelo proprietário de um animal.

Continuando o hábito de se reunir com todas as categorias do funcionalismo, o SINSERPU-JF recebeu os representantes da Associação de Assistentes de Administração da Prefeitura de Juiz de Fora, no dia 17 (foto 7), e os encarregados da Prefeitura, no dia 24 (foto 8) – nos dois casos, o Sindicato garantiu apoio às demandas dos trabalhadores.


Outras notícias

12/06/2024
Nota de esclarecimento sobre o ticket alimentação

O Ticket Alimentação é de responsabilidade da Prefeitura de Juiz de Fora, que promove a licitação [...]

12/06/2024
Enquete: qual atividade esportiva a ser promovida pelo SINSERPU-JF você prefere?

Entre os planos da nova gestão do SINSERPU-JF está a promoção de atividades e eventos esportivos, [...]

12/06/2024
Nota de pesar

Com extremo pesar o SINSERPU-JF comunica o falecimento do funcionário do DEMLURB Carlos Roberto, conhecido como [...]

Nossos Convênios

Confira todos os convênios participantes e aproveite!